Manual do Anonymous – Euro version (França)

Por MND

Considerando os dois maiores bancos da França, BNP Paribas e Societé Generale, ambos possuem políticas muito semelhantes. Abaixo as informações que valem para ambos.

– Não se pode abrir conta como não residente em qualquer agência deles, tem que ser em uma agência específica, que eles chamam de “Agência Internacional”. Em Paris é mais tranquilo de encontrar. A do Societé Generale fica anexa à Agência Central deles (um prédio histórico muito interessante e que fica próximo ao Opéra). A do BNP Paribas fica na Av. Champs Elysées, próximo ao Arco do Triunfo.

– É necessário estar presente pessoalmente na agência, você será entrevistado por um gerente antes da abertura da conta. Eles falam inglês sem problemas (vantagem da agência internacional, nas “comuns” quase ninguém fala inglês).

– Ambos pedem depósito mínimo de 10.000EUR. Serve como “garantia” da conta, e você deve deixar  pelo menos esse valor enquanto tiver intenção de deixar a conta aberta. Ou seja, o saldo nunca pode ficar inferior aos 10k EUR.

As informações abaixo são específicas ao BNP Paribas, que é o foco desse manual.

– Documentação necessária é um pouco mais burocrática que nos EUA. Além do passaporte e um comprovante de conta na banânia (fatura do cartão de crédito, por exemplo), eles pedem também um comprovante de endereço na banânia (conta de luz, telefone, etc) e uma carta de recomendação do banco bananense no qual você tem conta. Nessa carta deve constar o seu nome completo, endereço bananense, dados da conta e declaração de idoneidade moral e financeira. Pode ser em português, porém preferencialmente em inglês e deve ser assinada pelo seu gerente bananense. Para eles, esse é o documento mais importante.

– O depósito inicial não pode ser em espécie. As agências não possuem estrutura física para aceitar depósitos em espécie sem o cartão magnético. E o cartão só é emitido após o depósito inicial de pelo menos 10k EUR. Ou seja, esse depósito deve ser feito via transferência internacional entre contas (wire transfer). A origem deve ser uma conta em seu nome, não pode vir da conta de terceiros. De preferência, deve ser a mesma conta que consta na carta de idoneidade. Essa é mais uma maneira de comprovar a existência da sua conta fora da França.

– O BNP oferece uma espécie de conta poupança que rende 2.5% ao ano, porém com aplicação limitada ao total de 60k EUR. Depósitos acima desse valor diminuem progressivamente a taxa. A boa notícia é que os 10k EUR de saldo mínimo podem ser alocados nessa conta poupança, ou seja, o dinheiro do saldo mínimo não fica totalmente parado.

– A conta dá direito a um cartão de débito com funções de crédito, pois você tem direito a alguns seguros (mesmo sendo conta não residente, porém válidos apenas na Europa) e planos de compras parceladas em até 3 vezes. É cobrada uma anuidade de 8EUR por mês, independente do saldo da sua conta. A conta em si parece não ter taxa de manutenção mensal, porém como não existe a conta sem o cartão, pode-se considerar esses 8EUR mensais como a taxa da conta.

– O cartão tem prazo de 30 dias para ficar pronto. Se você ficar na Europa tempo suficiente para aguardar esse prazo, pode buscar pessoalmente na agência. Se não, eles enviam para o seu endereço bananense sem custo extra. A partir do recebimento do cartão, você recebe por correio (impresso) a senha inicial do mesmo e os dados de acesso ao internet banking. Porém, a interface do internet banking é toda em francês, não existe opção de mudar para inglês, embora o contato com os gerentes possa ser em inglês (tanto via telefone quanto e-mail).